Carregando

Seminário debate problemas enfrentados pelos negros na sociedade atual

Secretaria:
Desenvolvimento Social
.
08/05/2018 17:00

Dia 12/5, sábado, acontece o Seminário “130 anos da abolição inacabada”, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e pelo Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir), com o objetivo de levar à reflexão sobre esses e outros aspectos da nossa sociedade, o encontro discutirá, dentro do contexto atual, os problemas enfrentados por negros e negras e também será um espaço de confluência de ideias, de promoção de cultura, valorização e discussão.

A “abolição” da escravatura

Em 13/5 o país completa 130 anos de "abolição" da escravatura. Considerando que o Brasil tem a maioria da população negra, em Embu das Artes não é diferente. Aqui também se vive uma realidade de desigualdades e um racismo histórico, pelo fato do país ter sido palco de um dos mais perversos crimes contra a humanidade: a escravidão negra.

Combater o racismo é construir uma sociedade mais justa, equilibrada, com direitos, respeito e valorização das pessoas. Uma das formas de enfrentar esse problema sério é através da educação e da cultura, porém com a não efetividade de leis como a Lei Federal Nº10.639, que institui a obrigatoriedade do ensino de história da cultura afro-brasileira e africana nas escolas, torna o desafio ainda mais difícil.

 E mesmo após mais de um século da formalização do fim da escravidão, ainda temos a população negra marginalizada, sofrendo violências constantes, falta de direitos e de cidadania. O racismo, infelizmente, ainda é uma cruel realidade.

 

Seminário “130 anos da abolição inacabada”

Dia 12/5, às 9h

Centro Cultural Valdelice Prass – Praça Manoel de Almeida dos Santos, Parque Pirajuçara

Convidados: Entidades políticos-culturais que atuam na cidade, como Zumaluma, Teatro Solano, Capoeiristas, Círculo Palmarino, Casa de Cultura Sta Tereza e entidades da religiosidade afro-brasileira, dentre outros.

9h - abertura - apresentação do seminário, acolhimento e reconhecimento das entidades ou figuras presentes; Apresentação cultural;

9h30 - início da Primeira Roda ( Roda de Griôs)

Com a presença de Vitor Trindade (representando Raquel Trindade), Dirce Tomás, Ana Rita, Jussara Machado, Jôfre Santos, com a mediação do presidente do conselho da igualdade Lício Palmarino, trazendo esta que é uma tradição africana, as rodas de griôes, para que possamos discutir com profundidade e com aquelas pessoas que viveram a história da cidade, carregam na pele as marcas da caminhada, sobre nossos anseios, nossas lutas, nossas tradições e perspectivas;

11h - Roda de Debate: “Educação e Cultura para enfrentar o racismo”. Convidados: Salloma Salomão, Jerusa Machado, professor Toninho e a escritora e especialista na Lei Federal Nº10.639, Regina Claro, com a mediação de Mariza Araújo e Fernanda Farias, do Compir. Com o intuito de discutir a importância da educação e da cultura como ferramenta de combate ao racismo, toda forma de discriminação e preconceito.

13h - encerramento

Convidados: Entidades políticos-culturais que atuam na cidade, como Zumaluma, Teatro Solano, Capoeiristas, Círculo Palmarino, Casa de Cultura Sta Tereza e entidades da religiosidade afro-brasileira, dentre outros.

 



DESTAQUE

NEWSLETTER

PRAÇAS DE ATENDIMENTO

Centro
Santa Tereza
Santo Eduardo


Eficiência e qualidade na prestação de serviços: abertura de empresa, emissão de certidões, parcelamento de débitos, escrituração fiscal e outros
Prefeitura de Embu das Artes - Sec. de Gestão Tecnológica e Comunicação
Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves, 114 - Centro Estado de São Paulo - Brasil CEP: 06803-900 PABX: +55 (11) 4785-3500 Disque Serviços: 0800 773 0005