Logo Prefeitura de Embu
Serviços Disponíveis

Violência doméstica: o que fazer durante o isolamento social

O isolamento social, necessário no combate ao coronavírus, traz também outro problema: o crescimento da violência doméstica.

A secretária da Secretaria da Mulher de Embu das Artes, Fernanda Rosário, mostrou preocupação ao ver o número de denúncias despencar nesse período: “Entre março e abril, por conta das ações do mês da mulher, somos muito procuradas na secretaria. Este ano, por conta da pandemia, quase não recebemos queixas, mas não pelo fato de a violência estar diminuindo, mas por quê as mulheres não estão conseguindo denunciar”, relatou.

Com a redução dos horários de atendimentos das Delegacias da Mulher, Ministério Público e Defensoria Pública, a mulher se sente intimidada em denunciar, ainda mais por estar por mais tempo próxima de seu agressor.

“As mulheres nos ligam para buscar informação sobre o auxílio emergencial ou sobre pensão alimentícia, apenas em alguns casos pontuais a mulher pediu ajuda. Portanto, nesse momento, não temos estatíscas concretas”, falou a secretaria.

O que muitas não sabem é que a solicitação de medida protetiva e o Boletim de Ocorrência podem ser feitos pela internet pela própria mulher. Ela relata a violência doméstica e que precisa deste acolhimento. Em até 48 horas, o juiz analisa o caso e pode dar a medida de imediato. 

Outro serviço ofertado pela Secretaria é o telefonema semanal para as assistidas. Cada técnica liga para todas as suas atendidas, dá suporte e verifica a situação de cada uma. Além disso, há grupos de whatsapp, para orientar de forma geral, todas as mulheres que passaram pela secretaria.

Para fazer seu Boletim de Ocorrência ou solicitar medida protetiva, clique aqui

Secretaria da Mulher

Telefone 24 horas: (11) 94089-2011 (denúncias, atendimento psicológico e orientação jurídica)

Disque Denúncia: 180

Delegacia da Mulher: 190

GCM: 153