Carregando

Na semana do aleitamento materno, Embu comemora crescimento do número de mães qu

Secretaria:
Educação
Rita de Biaggio
25/08/2006 00:00
A Estância Turística de Embu comemora a 4ª Semana Municipal de Aleitamento Materno com o crescimento do número de mães que amamentam seus bebês exclusivamente no peito, até o quarto mês de idade. A taxa de aleitamento exclusivo até quatro meses era de 12% em 1996, passou para 22% em 2001 e saltou para 35% em 2004.

No mundo todo, durante a semana de 28/8 a 2/9, a data é comemorada como um incentivo a milhares de mães que deixam de amamentar seus bebês logo após o nascimento, desconsiderando que o aleitamento materno custa menos do que a alimentação artificial e resulta em gastos menores com cuidados médicos. O tema deste ano é "Amamentação: garantir este direito é responsabilidade de todos".

Em Embu das Artes, a Semana Municipal de Aleitamento Materno visa conscientizar e informar a população embuense do importante trabalho que é feito diariamente nas Unidades Básicas de Saúde e festejar o aumento da taxa de aleitamento materno. No ano passado, mais de 40 mães e seus bebês ocuparam a praça central da cidade para comemorar a Semana Mundial de Aleitamento Materno. Este ano, 90 gestantes a partir do sexto mês de gravidez participarão do evento, no dia 29/8, a partir das 9h, que terá café da manhã, atividades físicas e caminhada do Ginásio de Esportes até o Centro Cultural, onde haverá a exibição de um vídeo sobre o tema, debate e esclarecimento de dúvidas. Ao final, um lanche e o sorteio de dois enxovais completos para recém-nascidos.

Paralelamente, a equipe da Saúde, sob a coordenação do Instituto de Saúde de São Paulo, da Secretaria Estadual da Saúde, realizará a 4ª Pesquisa de Práticas Alimentares no Primeiro Ano de Vida. A pesquisa avaliará desde a realização de pré-natal, até os hábitos alimentares de mães, bebês e familiares, entre outros itens, como escolaridade da mãe, tipo de ocupação, se recebe algum benefício social, como licença maternidade.

Segundo a médica Rita de Cassia Xavier Loureiro Kisukuri, coordenadora do programa, a meta é alcançar os 50% preconizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), de aleitamento exclusivo até os seis meses de vida e o aleitamento continuado (com acréscimo de outros alimentos) até os 2 anos de idade.

Para alcançar estes objetivos, o Programa Saúde da Criança e o Grupo de Incentivo ao Aleitamento Materno têm realizado diversos cursos de capacitação de agentes promotores e incentivadores da prática de aleitamento materno: 98% dos funcionários da Saúde já concluíram a capacitação que também foi feita com pessoal da Educação, que utiliza o "Protocolo de Introdução de Novos Alimentos na Dieta da Criança menor de Dois Anos", criado por médicos e técnicos da Secretaria Municipal de Saúde de Embu.

Vantagens da amamentação
O leite materno é o mais completo alimento para o bebê e traz inúmeras vantagens para a mulher. A mãe que amamenta protege o bebê de diversas doenças e por ficar em contato com ele transmite-lhe mais carinho e segurança. Amamentando seu filho, a mãe perde mais rapidamente o peso que ganhou na gravidez, diminui o sangramento do útero, prevenindo a anemia, além de reduzir as chances de desenvolver câncer de mama, útero e ovário.

Todas as Unidades Básicas de Saúde do Município estão capacitadas a orientar e apoiar o aleitamento materno, através do Programa de Apoio Materno e Infantil (PAMI) e dos Ambulatórios de Aleitamento Materno. Em caso de dúvida, procure o posto mais próximo de sua residência para obter esclarecimentos adicionais.

Mais informações, ligue Ouvidoria da Saúde - 4785-3530 ou 4241-6998 ou Disque Serviços da Prefeitura: 0800-7730005



TUDO SOBRE
DESTAQUE

NEWSLETTER

PRAÇAS DE ATENDIMENTO

Centro
Santa Tereza
Santo Eduardo


Eficiência e qualidade na prestação de serviços: abertura de empresa, emissão de certidões, parcelamento de débitos, escrituração fiscal e outros
Prefeitura de Embu das Artes - Sec. de Gestão Tecnológica e Comunicação
Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves, 114 - Centro Estado de São Paulo - Brasil CEP: 06803-900 PABX: +55 (11) 4785-3500 Disque Serviços: 0800 773 0005