Carregando

Embu reduz homicídios

Secretaria:
Governo
Maria Regina Teixeira
07/06/2005 00:00

Fato inédito na história de Embu das Artes, município da Grande São Paulo: pela primeira vez nos bairros periféricos da cidade não houve nenhum caso de homicídio no período de um mês. Em abril a região onde residem 70% da população de mais de 232 mil habitantes não teve qualquer assassinato. O dado revela importante redução da violência, especificamente dos crimes graves, considerando-se que em março do total de 11 homicídios, oito aconteceram na periferia. Já em maio foram registrados oito casos em toda cidade.

Os números podem ser associados à recente pesquisa da UNESCO que traça o Mapa da Violência de São Paulo. O estudo revela, entre outros dados, queda de 12,1% dos homicídios no estado entre 1999 e 2003. Considerada a mais violenta cidade paulista entre 2000 e 2001, Embu vem há quatro anos diminuindo os altos índices de violência. Dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública indicam que os homicídios caíram de 197 em 2001 para 162 no ano seguinte, 122 em 2003 e baixaram para 87 casos em 2004. A redução de 41% desses crimes nos dois últimos anos, no entanto, não diminui a preocupação do poder público municipal.

De acordo com relatório da Guarda Civil Municipal, Embu teve seis assassinatos em abril, todos nos bairros à margem da rodovia Régis Bittencourt (BR-116). Dois casos foram registrados no Jardim Vista Alegre e uma ocorrência em cada um dos bairros Vale do Sol e nos Jardins das Oliveiras, Mimás e Pinheirinho.

Uma série de fatores conjuntos explicam a redução desses crimes. De acordo com o atual governo municipal que cumpre seu segundo mandato, iniciado em 2001, as políticas públicas de inclusão social e combate à pobreza, a melhoria e ampliação de praças e quadras poliesportivas, e a criação da Guarda Civil Municipal (GCM) em 2003 foram fundamentais. A integração entre as polícias Civil, Militar e a GCM de Embu das Artes, além do aumento do quadro de efetivos para 59 guardas (entre homens e mulheres) representaram importantes ações na área de Segurança Pública.

Outras medidas relevantes para reduzir a violência na cidade foram a implantação da "Lei Seca" em outubro de 2003, obrigando o fechamento de bares às 23h, e a Campanha de Desarmamento lançada pelo governo federal e incentivada em Embu das Artes. Desde o lançamento em 2004 mais de 90 armas foram entregues no município. As constantes operações policiais preventivas realizadas com o apoio da GCM, a implantação do 36º Batalhão da Polícia Militar no Jardim Santa Emília e, no início deste ano, da Companhia da PM para a região do Jardim Santo Eduardo e Dom José, próximos à divisa com a cidade de São Paulo, também contribuíram para o resultado favorável de Embu. Mas, o ideal é a redução total dos crimes como querem governo e população.



TUDO SOBRE
DESTAQUE

NEWSLETTER

PRAÇAS DE ATENDIMENTO

Centro
Santa Tereza
Santo Eduardo


Eficiência e qualidade na prestação de serviços: abertura de empresa, emissão de certidões, parcelamento de débitos, escrituração fiscal e outros
Prefeitura de Embu das Artes - Sec. de Gestão Tecnológica e Comunicação
Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves, 114 - Centro Estado de São Paulo - Brasil CEP: 06803-900 PABX: +55 (11) 4785-3500 Disque Serviços: 0800 773 0005