Carregando

Embu inova na Educação e inaugura a EM Prof. Paulo Freire no Jd. Santa Emília

Secretaria:
Educação
Daniela Karin
16/05/2005 00:00

A Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes, através da  Secretaria de Educação, Esporte, Cultura e Lazer da inaugurou no último sábado, dia 14, a Escola Municipal Prof. Paulo Freire, no Jd. Santa Emília. Uma grande festa atraiu milhares de pessoas que assistiram a diversas atrações, como musicais de alunos, grupo de capoeira, apresentações de bandas locais, partida de basquete formada por pessoas com necessidades especiais, entre outros. Estiveram presentes na ocasião, a deputada federal Luiza Erundina, o cientista social e  filho do educador Paulo Freire, Lutergardis Freire, padres, pastores, educadores, estudantes, secretários e vereadores do município e região.

Para o prefeito de Embu, Prefeito, "poderia ser mais uma escola, temos mais de 100 no município, mas estamos inaugurando uma escola de qualidade para quem nela vai estudar e trabalhar. Esta é uma escola-modelo não apenas para Embu, mas para qualquer lugar do Brasil". Ele ressaltou ainda que o projeto iniciado pela atual administração municipal em 2001 só pôde ser concretizado em virtude dos investimentos feitos pelo Governo Federal a partir de 2003, sob a gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o prefeito, antes desse período jamais Embu das Artes - que à época já abrigava mais de 200 mil habitantes - havia recebido repasses superiores a R$ 400 mil. Após a cerimônia de inauguração, o prefeito andou pelo prédio acompanhado por moradores e autoridades.

Compõem a nova unidade de ensino: 16 salas de aula, 4 salas multiuso, sala de informática com 20 microcomputadores, salas de vídeo e de leitura, biblioteca, e dependências administrativo - pedagógicas. O espaço abriga ainda refeitórios, 3 banheiros, vestiário para pessoas com necessidades especiais, vestiários masculino e feminino, quadra poliesportiva com 375 m2, rampas de acesso para pessoas com necessidades especiais, área de lazer, vários pátios e sala de exposição com 109 m2. Tudo isso distribuído em 7000 m2 de área construída.  Além de 74 pessoas que integrarão a equipe de funcionários.

A EM Prof. Paulo Freire, que será dirigida pela Profa. Isabel Dantas, foi projetada para suprir as necessidades de crianças, jovens e adultos, garantindo, desde o projeto físico à proposta pedagógica, a inclusão e acessibilidade de todos. Assim que o Projeto Escola Sempre Aberta for implantado haverá oficinas culturais, de esporte e lazer aos finais de semana. A previsão é de sejam atendidas cerca de 500 pessoas diariamente.

Para a moradora do Jd. Kennedy, Íris Nunes de Oliveira, "a escola é uma novidade para a periferia e uma iniciativa muito boa porque é do povo". Segundo ela, deve haver um trabalho de conscientização para que as pessoas conservem o local. O jogador de basquete da Associação dos Deficientes Físicos de Embu, Audálio dos Santos Silva, morador do Pq. Luíza, afirma que em relação às rampas de acesso, a EM Paulo Freire merece parabéns. Audálio, que faz parte da equipe desde 1997, apresentou-se junto durante 30 minutos.

Serão ministrados os cursos de Educação Infantil, Ensino Fundamental (1º à 4º série regular) e Educação de Jovens e Adultos, a expectativa do Governo Municipal é que aproximadamente 1000 alunos sejam atendidos. O sistema de matrícula seguirá os mesmos critérios das demais instituições de ensino. De acordo com a secretária de educação Rosimary Matos, os primeiros alunos acolhidos na escola são provenientes do núcleo de ensino instalado num prédio alugado pela prefeitura no Jardim Santa Emília e da primeira série da Escola Municipal Deputado José Salvador Julianelli.

Na escola Paulo Freire também será oferecido para 150 professores da rede municipal, gratuitamente, o curso de Pedagogia Cidadã, fruto de convênio firmado com a Universidade Estadual Paulista (UNESP). O início das aulas está previsto para o mês de agosto.

Os recursos financeiros para a construção da escola são provenientes do FUNDEF (Fundo para a Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e Valorização do Magistério), da Quota Estadual/Municipal do Salário Educação e também de recursos da Prefeitura.

A EM Paulo Freire fica na Estrada de Itapecerica a Campo Limpo, 1904 - Jd. Santa Emília.

O educador Paulo Freire
Paulo Régis Neves Freire nasceu em 19 de setembro de 1921 em Recife. Alfabetizado pela mãe, na adolescência começou a desenvolver um grande interesse pela língua portuguesa. Com 22 anos começou  a estudar Direito e logo casou-se com Elza Maia Costa Oliveira, com quem teve cinco filhos. Na mesma época, começou a lecionar .

Em 1974, foi contratado para dirigir o Departamento de Educação e Cultura do Sesi, onde entra em contato com a alfabetização de adultos. Em um congresso educacional no Rio de Janeiro apresentou um importante trabalho sobre educação e princípios de alfabetização. De acordo com suas idéias, a alfabetização de adultos deve estar diretamente relacionada ao cotidiano do trabalhador. Desta forma, o adulto deve conhecer sua realidade para poder inserir-se de forma crítica e atuante na vida social e política.

Durante a gestão de Luiza Erundina na Prefeitura de São Paulo, foi Secretário de Educação. Depois disso começou a assessorar projetos culturais na América Latina e África. Sua principal obra é a Pedagogia do Oprimido, lançada em 1969, onde ele detalha seu método de alfabetização de adultos. Paulo Freire morreu em 1997 de infarto, em São Paulo.



DESTAQUE

NEWSLETTER

PRAÇAS DE ATENDIMENTO

Centro
Santa Tereza
Santo Eduardo


Eficiência e qualidade na prestação de serviços: abertura de empresa, emissão de certidões, parcelamento de débitos, escrituração fiscal e outros
Prefeitura de Embu das Artes - Sec. de Gestão Tecnológica e Comunicação
Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves, 114 - Centro Estado de São Paulo - Brasil CEP: 06803-900 PABX: +55 (11) 4785-3500 Disque Serviços: 0800 773 0005