Carregando

53 milhões do PAC chegarão aos bairros de Embu

Secretaria:
Maria Regina Teixeira
02/05/2007 00:00

Sonho ou realidade: ter moradias dignas, com rede de coleta e tratamento de esgotos, em loteamentos regularizados, desocupando áreas impróprias como margens de córregos e rios, e ainda usufruir de suas águas despoluídas e margens recuperadas. Para milhares de pessoas que vivem em Áreas de Proteção aos Mananciais (APMs) da Grande São Paulo tudo isso é um sonho distante, quase utópico. Mas, com o intuito de torná-lo realidade, prefeitos da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), governo estadual e Ministério das Cidades se reuniram dia 19 de abril na capital paulista. Tendo como instrumento o Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal, o grupo debateu projetos de interesse regional.

No encontro, o prefeito de Embu, Prefeito, e o presidente da Companhia Pública Municipal ProHabitação, Geraldo Juncal Junior, apresentaram um Plano de Recuperação e Proteção dos Mananciais. A proposta compreende desde a recuperação ambiental das margens do rio Embu-Mirim à urbanização de loteamentos, saneamento e construção de moradias. Como demanda inicial, um projeto de R$ 13 milhões atenderá a região dos bairros Novo Campo Limpo e Jd. Taima, beneficiando diretamente 1.100 famílias. Numa segunda etapa, uma proposta da ordem de R$ 40 milhões é direcionada principalmente às áreas localizadas às margens do rio que corta Embu das Artes e é um importante formador da represa Guarapiranga. Envolvendo os Jardins da Luz, Ísis Cristina, Colégio, Sto. Antonio, São Francisco e Parque Luiza, as obras devem beneficiar cerca de 2.000 famílias, diretamente. Somente com a eliminação do despejo de esgotos nos cursos d’água, outras milhares de pessoas indiretamente serão beneficiadas e terão melhor qualidade de vida.

Por ser de interesse da RMSP, o prefeito Prefeito cobrou veemente das autoridades, especialmente do governo do Estado – representado na reunião pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) e Secretaria Estadual de Recursos Hídricos – a construção de moradias para se evitar as ocupações irregulares às margens do rio Embu-Mirim e promover a recuperação ambiental. Vale lembrar que Embu tem 60% do seu território em APM e municípios como Itapecerica da Serra tem 100%.



TUDO SOBRE
DESTAQUE

NEWSLETTER

PRAÇAS DE ATENDIMENTO

Centro
Santa Tereza
Santo Eduardo


Eficiência e qualidade na prestação de serviços: abertura de empresa, emissão de certidões, parcelamento de débitos, escrituração fiscal e outros
Prefeitura de Embu das Artes - Sec. de Gestão Tecnológica e Comunicação
Rua Andronico dos Prazeres Gonçalves, 114 - Centro Estado de São Paulo - Brasil CEP: 06803-900 PABX: +55 (11) 4785-3500 Disque Serviços: 0800 773 0005